5G vem aí. 1000x mais rápido que o 4G e vem da Coreia do Sul!

5G vem aí. 1000x mais rápido que o 4G e vem da Coreia do Sul!

Advertisements

Ideias: Receber odores através de um smartphone…

Não é fição científica. Nem sequer é de hoje. Um aparelho de comunicação que apela não à audição, não à visão, não ao tato, mas a outro sentido… o olfato. Criado por David Edwards, professor, e duas alunas da Universidade de Harvard – Rachel Field e Amy Yin – o ophone possui um sistema operativo móvel capaz de recriar até 320 odores diferentes, na versão prótotipo atual.

O design é apelativo (ver imagem abaixo) e Darrell Etherington (@drizzled), do TechCrunch, indicava, num post em Outubro de 2013, que testou o protótipo que, pelos vistos, funciona bem melhor que todas as tentativas anteriores de transmissão de odor.

Niou ophonez.976

Segundo o Techcrunch, o process para transmitir odor passa, neste momento, por escolher, num site de Internet, o tipo de odor a enviar (exº: diversos tipo de café, chocolate, caramelo, etc). Depois enviar o odor – tal como fazemos com uma sms ou mensagem de whatsapp. Por fim, os servidores do Ophone recebem a indicação do odor que tem de ser preparado e enviam essa informação para o smartphone do recetor que está ligado ao seu próprio ophone via Bluetooth. É o Ophone do recetor que, nessa altura, combina ingredientes internamente para recriar o odor desejado…

Futurista e interessante. Para ler mais: